Air New Zealand reforça a sua posição dentro da low cost Virgin Blue

A companhia de bandeira neozelandesa Air New Zealand, empresa membro da aliança Star Alliance e melhor companhia aérea do mundo em 2010 recebeu autorização da Entidade Australiana reguladora de Valores Mobiliários e Bolsistas para adquirir até cerca de 15% da low cost Virgin Blue, segunda maior companhia australiana.

A aquisição pretende reforçar a posição regional da companhia neozelandesa que vem competindo com a australiana Qantas, membro da aliança Oneworld, pelo domínio do mercado trans tasmânico e do Pacífico, desenhando-se assim um binómio regional rival baseado, por um lado, na Qantas e sua low cost e, por outro lado, na Air New Zealand e sua participada Virgin Blue, com a qual havia, já antes da presente aquisição, ajustado um acordo de code share para os voos entre a Austrália e a Nova Zelândia.

A participação societária da Air New Zealand no capital social da Virgin Blue será, no entanto, reduzida em face das limitações jurídicas australianas que estabelecem o limite à participação de capital estrangeiro em sociedades comerciais australianas em 49% do capital social, sendo que a maior accionista da Virgin blue é, ainda, a companhia aérea inglesa Virgin Atlantic, (26%) com a qual a Air New Zealand mantém, aliás, um acordo de code share nas rotas mundiais de ambas.

A Air New Zealand, membro da Star Alliance e melhor companhia aérea do Mundo em 2010, tem sede em Auckland, na Nova Zelândia, e com uma frota de 102 aeronaves voa para 53 destinos em todo o mundo.

Por seu turno, a Virgin Blue, com sede em Brisbane e bases em Sydney e Melbourne, é já a segunda maior companhia aérea australiana voando para 31 aeroportos na Austrália, Nova Zelândia e orla do Pacífico, com uma frota de 73 aeronaves e uma importante encomenda de mais 83 aviões aguardando entrega à empresa. A low cost é proprietária, ainda, da low cost , companhia de 10 aeronaves baseada em Christchurch, Nova Zelândia, especializada em voos a baixo custo para o Pacífico, e da , outra low cost, com voos a partir de Apia, capital da Samoa, para a Nova Zelândia e Austrália.

Comentários

EMBARQUE POPULAR