Mandala Airlines suspende operações

A low cost indonésia Mandala Airlines cessou as suas operações passado dia 13 de Janeiro. A empresa que, recorde-se, foi fundada em 1969 e era uma das mais antigas transportadoras da Indonésia, entregou junto do Tribunal de Comércio de Jacarta um pedido de protecção contra credores e insolvência, tendo o administrador requerido a concessão de um período de 45 dias para apresentação um plano de reestabilização financeira do sociedade. Não obstante, os representantes da holding de investimento 'Indigo Partners', detentores do capital de 49% da transportadora low cost e accionistas de outras companhias low cost como a polaco-húngara Wizzair, a russa Avionova, ou a americana Spirit Airlines, anunciaram já ser desejável optar pela insolvência da Mandala Airlines e seu encerramento definitivo.

A empresa tinha, actualmente, uma frota de 8 aeronaves Airbus e, ainda, 25 encomendas firmes de novos Airbus A320, assegurando ligações a baixo custo entre 17 destinos domésticos e 3 destinos internacionais, de entre os quais se destaca Macau como última adição ao seu leque de ligações.

Comentários

Sérgio Bastos disse…
Em Dezembro a Mandala suspendeu o Contra-Informação. Em Janeiro suspende operações.

Tramado, pá. :)

EMBARQUE POPULAR