Iceland Express lança Belfast, Dublin, Edimburgo, Chicago e Boston



A Iceland Express segue em frente na sua lógica de fazer uso da posição geográfica da Islândia para facilitar ligações "hub", um pouco à semelhança do que fez a air berlin com Palma de Maiorca. Depois de haver surpreendido o mercado em 2009 com o lançamento de ligações low cost a Nova Iorque, à partida da sua base de Reiquejavique (Aeroporto de Keflavik), a empresa de voos a baixo custo islandesa tem procurado diversificar e incrementar o painel de destinos de um lado e de outro do Atlântico de modo a potenciar e tornar eficaz a sua estratégia de afirmação como low cost de ligação em hub.

Nesse sentido, a companhia lançou no Verão passado ligações a Winnipeg, no Canadá, disponibilizando, à semelhança do que havia feito com Nova Iorque, tarifas para aquela cidade canadiana à partida de qualquer um dos variados aeroportos que opera na Europa, de Alicante a Cracóvia.

Agora, a companhia anuncia nova expansão para o Verão de 2011 apostando em 5 ligações semanais a Boston e uma ligação semanal a Chicago, todas oferecendo a possibilidade de serem adquiridas tendo como partida ou chegada qualquer um dos aeroportos da sua rede europeia. Entretanto, e no quadro da intensificação da sua operação na orla norte atlântica, a Iceland Express prepara-se para passar a voar, já a partir de Abril, para Edimburgo (2x/semana), Dublin (semanalmente) e Belfast (2x/semana).

No entanto, e ao contrário do ocorrido em 2010, a companhia deixará de operar para Gdansk, na Polónia, e para Milão (Bergamo), em Itália preparando-se, ainda, para deixar de operar no aeroporto londrino de Stansted, procurando concentrar toda os seus 14 voos semanais para Londres no aeroporto de Gatwick.

Comentários

EMBARQUE POPULAR