Southwest a caminho do Havai?


A gigante norte americana Southwest Airlines, tida por inspiradora da europeia Ryanair, detentora de uma impressionante frota de cerca de 550 aeronaves (a 5º maior do mundo), maior companhia baixo custo do mundo e maior companhia aérea mundial em número de passageiros transportados, acaba de encomendar vinte aeronaves Boeing 737/800 com certificação ETOPS.

As novas aeronaves serão entregues em Março de 2012 e traduzir-se-ão num franco aumento do raio de acção geográfico da sua frota, até aqui baseada nas versões 300 e 700 do Boeing 737 de menor autonomia. A certificação ETOPS -Extended Twin Engine Operations - é concedida em resultado de um processo de certificação oficial da ICAO (International Civil Aviation Organization) destinado a permitir que uma aeronave comercial efetue voos em rotas que apresentem, durante parte do seu voo, maior distância do que uma hora de viagem até um aeroporto alternativo. Esse é o caso, por exemplo, das rotas transocêanicas, tendo a construtora que demonstrar que determinada aeronave para a qual se solicita a certificação ETOPS tem a capacidade técnica necessária para voar só com um motor durante o tempo necessário, caso o outro falhe.

Os analistas norte-americanos do mercado, bem como as publicações especializadas, têm avançado que esta aquisição se prende com a possível decisão por parte Southwest Airlines de entrar no mercado EUA continental - Havai, naquilo que seria a entrada da conhecida gigante no mercado insular de longo curso, dado que estas aeronaves terão, em teoria, capacidade para voar da costa oeste para o Havai ou da costa leste para a Europa.

Comentários

Sérgio Bastos disse…
A camonho dos Açores é que era! :D

EMBARQUE POPULAR