Jetstar recebe a 50ª aeronave da família A320 e anuncia interline com a Cathay Pacific

A low cost Jetstar Airways - subsidiária para o mercado do baixo custo criada pelo gigante australiano do transporte aéreo Qantas - recebeu esta semana a sua quinquagésima aeronave da família A320, do fabricante europeu Airbus. O avião, registado sob matrícula VH-VGD, entrou ao serviço passado dia 23 de Dezembro, em realização da ligação doméstica australiana de Melbourne para Gold Coast.

Por outro lado, a empresa low cost anunciou, ainda, o início de um acordo interline com as transportadoras "clássicas" Dragonair e com a gigante Cathay Pacific, de Hong Kong, nos termos do qual os passageiros da Jetstar poderão passar a combinar, num só bilhete emitido pela low cost australiana, vários segmentos de viagem também naquelas companhias tidas por "clássicas".

O Grupo Jetstar é já um dos nomes mais respeitados no mundo da aviação low cost. Com 60 aeronaves e encomendas firmes de outras 60 mais, a empresa desenvolve-se actualmente no arco do Oceano Pacífico, tendo já bases operacionais sob nome Jetstar em vários paises: Melboune, Sydney e Gold Coast (Austrália), Auckland (Nova Zelândia), Singapura e Cidade de Ho chi Minh (Vietname)

A sua entrada recente, por exemplo, no mercado doméstico nezelandês vem afectando o até aqui monopólio de facto das ligações internas da Air New Zealand bem como o tradicional domínio das "legacy carriers" nos voos transtâsmanicos. Não obstante a sua operação apresentar já alguns voos de longo curso (por exemplo, Auckland - Singapura ou Melbourne - Singapura), a empresa estuda planos para servir, num futuro próximo, aeroportos europeus.

Comentários

EMBARQUE POPULAR