Ryanair encolhe 20 aviões

Segundo o site francófono de notícias "Le Quotidien du Tourisme", a low cost irlandesa prepara-se para, no próximo Inverno IATA (que se inicia em Novembro e dura até Fevereiro), deixar no solo cerca de 20 aeronaves. O jornal referido baseia as suas notícias nas declarações vinda a público de Michael Cawley, Director Geral Adjunto da empresa baseada em Dublin, segundo as quais o Inverno que se aproxima será "muito difícil" para a aviação.

Tal anúncio não pode deixar de estranhar quando se sabe que a companhia tem em curso um grande programa de alargamento de frota prevendo sucessivas entregas de novos aparelhos.

Não obstante, os tempos de combustíveis caros já obrigaram a Ryanair à redefinição de toda a sua operação sendo particularmente notório o reajustamento da oferta de lugares, tendo a empresa operado uma redução assinalável de frequência em muitas rotas e até a supressão de outras. Em Portugal, o exemplo mais recente foi a forte redução de frequência da rota Porto-Milão(Bérgamo) e o iminente encerramento rota Porto - Estocolmo (Skavsta).

Comentários

EMBARQUE POPULAR